Narciso (pare)


Me encontre hoje as 6h30 perto daquela estação em que você me deixou ou libertou, já não sei mais, eu via aquela placa de pare como se estivesse parado ali pra mim, só que eu não parava, nunca, o ritmo era o mesmo, a intensidade era a mesma, mas o que essas pessoas fizeram comigo nesses últimos anos, o trem passava quase me derrubando, a cocaína já não era a mesma, nós precisávamos de aprovação, contávamos as buzinas, contávamos nossos anos como experiências, mas a verdade é que envelhecemos e continuamos desesperados, a diferença é que hoje escondemos a todo custo. E eu voltei nessa estação as 6h30 só pra lembrar onde eu havia me deixado ou libertado, já não sei mais.

Comentários

Anônimo disse…
Vendi minha alma ao Diabo e ele não cumpriu sua parte do contrato, vou atrás de pessoas vazias e copos cheios e encontro o oposto, isso me deixa mal.
Também não ia ficar muito feliz com isso não. Principalmente a parte dos copos.

Postagens mais visitadas